Apresentação Thais Barbeiro

Nasci em Santos, em 1982. Fruto de pais apaixonados. Inquieta desde muito cedo, busquei no teatro aos 10 anos de idade a solução para deixar fluir a arte que havia brotado nas veias junto comigo. 

Aprendi desde cedo a escrever em papéis de carta, diários, e cartinhas para as amigas. Li muito, amei loucamente, e a cada nova paixão aprendi a colocar no papel um pouco dos meus pedaços, dores, entregas… Sou o meu tempo nas linhas que foram me presenteando mulher. 

Fui uma adolescente insatisfeita, mudei de cidade algumas vezes, de casa, de roupas, de cabelos, de estilo, de tudo. Geminiana livre, que ama comunicação e vive rodeada de gente. 

Hoje o que me prende é o meu grande amor, achado no meio de uma louca pandemia em 2020. E claro, meus 3 gatos, que trato como filhos. Amo estar em família. Tenho o vício de aprender e a urgência de ensinar tudo que aprendi. 

Resumo os meus dias em transpiração, criatividade e presenças marcantes das pessoas que vou ganhando de presente e levando comigo. Carrego meus amigos nos meus projetos, e creio que por isso, não existe solidão. 

Ao longo da carreira como artista tive a oportunidade de conhecer diversos Mestres. Antunes Filho foi o que mais me marcou. No meio do meu caminho, deparei-me com o SwáSthya Yôga e pude encontrar diversos fatores, que me levaram a crer, que esse escopo é essencial na preparação de bons artistas. Se você souber administrar a sua intuição e o seu poder de expansão de consciência por meio de técnicas, você dominará os porquês do “eu” mais íntimo, do “ser ou não ser”, do “self”. Trabalhar melhor o ego, encontrar uma forma de “parar de pensar” e conseguir representar fielmente uma ideia. Passar adiante um conhecimento novo. Modificar as percepções do seu público. Na época em que estava no Centro de Pesquisa Teatral (C.P.T.) do Sesc Consolação (2000-2001) eu era muito nova e não entendia muito do que aprendia ou estudava. Com o tempo e o amadurecimento consegui me aprofundar e o yôga teve significativa importância nesse sentido, pois me deu as ferramentas que eu necessitava para me tornar uma artista-ser-humano muito melhor. “O projeto Artista e a Intuição” é o resultado de todas essas experiências vividas dentro dessa filosofia que eu ensino. Percepções que estão ligadas à minha própria história de vida, relacionadas à arte. Antes de conhecer as práticas, eu era instável, ansiosa, e isso prejudicou a minha trajetória de atriz e nas relações com pessoas: agentes, agências, produtores de elenco e colegas de profissão. Ao me conhecer, adquiri inteligência emocional para educar o meu ego e deixar a criatividade fluir; o que me permitiu realizar grandes sonhos, como: escrever um livro, produzir e protagonizar uma série na Amazon Prime, idealizar e realizar um espetáculo teatral. Grandes feitos na área artística. Desde 2005, trabalho diretamente na preparação de artistas e grupos de teatro. Aplicando o SwáSthya Yôga posso declarar que o desenvolvimento como ser humano é contínuo. Quero com este trabalho, incentivar outras pessoas a encontrar os seus próprios caminhos e deixar que esta Cultura as transforme também. Mostrar que a cada dia se torna mais necessário ter um trabalho tão importante na formação de jovens artistas. Pois o artista tem o poder de comunicação em massa e com muita responsabilidade cênica poderá melhorar a qualidade de tudo que alimenta os sentidos de seu público. Convido você a degustar deste blog para que através dos meus escritos você possa se transformar, como eu me transformei.