Percebi enfim…

Percebi enfim…

Na prática, consigo perceber o quanto o tempo passa devagar dentro de mim se eu quiser. Conseguir dominar o tempo é algo realmente incrível. Não sei como, mas de repente percebi. Tão simples assim, apenas percebi. Antes, em minha sutil ignorância tinha uma idéia imaginada do que seria essa sensação. E isso é muito engraçado de se lembrar, pois a sensação é indescritível. É tão simples e tão fácil que não consigo explicar. Confuso? Muito pelo contrário… Quando menos se espera você percebe… Que o tempo é dominado, que não há presente, futuro ou passado, que tudo é único, que flui e que simplesmente é… Uma lucidez tamanha, felicidade inefável, presença absoluta do tudo e do nada. E tão, tão mais simples do que eu imaginava… Juro que se eu conseguisse te contar o caminho para esta porta incrível, eu contava. Mas não consigo descrever isso. Só sei dizer que é muito, muito bom. E o tempo e o espaço estão ali, mas fazem parte de algo que você consegue simplesmente perceber a existência deles, mas eles deixam de interferir e você simplesmente é. A sensação é de se estar repleta de consciência. Como se fosse sutilmente invadida por ela. Num mundo de luz e ao mesmo tempo, sentir-se completa, repleta dela. Que delícia! E tão mais simples do que sempre supus… Nada de mágico, nada de místico, nada de diferente, só simples e encantador. É assim, se você praticar, anos e anos, inevitável, creio que um dia acontece com todo mundo, você simplesmente percebe… O nome disso que não sei explicar? Sei lá… uma grande percepção do simples… Não entendeu nada? Sente e pratique! Tenha paciência. Essa “percepção”, totalmente do nada, um dia vem, e você vai observá-la de sorriso escancarado. Como é bom viver e poder sentir isso!

Deixe uma resposta