O amor

O amor quando chega

Ele vem sem avisos

Cega os olhos

Cala os ouvidos

Estremece o corpo todo.

Instiga sorrisos

A gente sente e nem sabe

o que fazer com isso

Paralisia dos sentidos

Uma respiração longa

E o seu perfume no ar

Um segundo de ausência

E a saudade já dói de apertar.

Que bom amar,

venha para me inspirar.

 

Deixe uma resposta