Amor nos tempos difíceis da mentira fácil

amornaocorrespondido-m

“Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?”

Luis Vaz de Camões

 

É muito complexo perder alguém que se ama. É péssimo saber que a pessoa amada já está com outra pessoa. Mais terrível ainda saber que este mesmo sujeito, mentiu, na melhor das intenções, é claro, para não te magoar. E é obviamente doloroso sentir-se traída. Quem nunca? Pois é…  Mentir para algumas pessoas é descomplicado. E isso tudo acontece nos melhores casais. E quem disse que relacionar-se é simples num mundo onde tudo e todos são meros brinquedos descartáveis? Usou, jogou fora, lavou, tá novo. Nos percebemos dando um valor extra-especial para quem não faz por merecer. E aqueles que vivem se derretendo em amores por nós, são rapidamente ignorados. É claro! As paixões arrebatadoramente impossíveis nos prendem muito mais a atenção com seus desafios diários, do que o cômodo carinho frouxo de quem se rende aos nossos pés. Não há nada mais insuportável do que ver a pessoa que se ama com outro ser, com os próprios olhos. E ter a total certeza de que você não foi o suficiente. Ser lindamente ignorada. Após tantos carinhos, tantas confidências e tantas demonstrações de afeto. Oh! Tanto tempo perdido… E a vida continua… Levantamos, sacudimos a poeira e damos a volta por cima como diria Paulo Vanzolini.

Chorei, não procurei esconder
Todos viram, fingiram
Pena de mim, não precisava
Ali onde eu chorei
Qualquer um chorava
Dar a volta por cima que eu dei
Quero ver quem dava

Um homem de moral não fica no chão
Nem quer que mulher
Venha lhe dar a mão
Reconhece a queda e não desanima
Levanta, sacode a poeira
E dá a volta por cima

Deixe uma resposta